quinta-feira, 10 de maio de 2012

Posso deixar-te ir embora, mas não significa que deixei de lutar por ti. 
Tumblr_lz5j2m3zfa1qc3d2ho1_500_large
JoãoN. * 

domingo, 6 de maio de 2012

«Ser mãe é muito mais que um acto de amor.
Ser mãe é um acto de coragem,
Ser mãe é um acto de generosidade com a vida,
É ser mais que uma simples mulher.
Ser mãe é ser guerreira,
Ser mão é ter orgulho,
Sofrer, amar incondicionalmente, chorar, rir, enfim,
Ser mãe é ter parte do poder divino.»



APESAR DO QUE SE ESTÁ A PASSAR, AMO-TE MÃE. E FELIZ DIA 

{eu e a minha mãe, na fotografia}

terça-feira, 1 de maio de 2012

Tumblr_lzywfkdvaa1rpb3n6o1_500_large
« A culpa foi minha, claro que foi, me deixei levar, me deixei acreditar que ia ser diferente, mais tá tudo certo, eu continuo aqui, só não pense em voltar, deixei você ir e nem precisa voltar. »

sábado, 28 de abril de 2012

Eu sei que tens alguma coisa por de traz do teu sorriso, eu tenho noção do que vejo nos teus olhos. Tens construído um amor, mas o amor acaba, a tua pequena parte do céu está a tornar-se escura, ouve o teu coração porque ele está a chamar por ti (...) escuta, pois não há mais nada que possas fazer. Não sei pra onde estás a ir e não sei porque estás a ir. Mas ouve o teu coração antes de dizer adeus, às vezes não sabes se essa luta vale a pena, os momentos preciosos estão todos perdidos na maré. Foram varridos e isso não é parecido com nada, o sentimento de pertencer aos meus sonhos. Há vozes que querem ser ouvidas, muito mais a dizer mas tu não encontras as palavras, o perfume de magia, a beleza que tem sido, quando o amor era mais selvagem que o vento. Foste, e apesar de tudo ainda és tu que ocupas-te o meu coração e os meus pensamentos, e jamais alguém no mundo conseguirá fazer-me apagar o que vivi contigo. Ninguém conseguirá apagar-me o quanto significas-te e ainda significas na minha vida. 
Mas CHEGA
Tumblr_lr1px8h5951qayk20o1_500_large

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Tumblr_lze329baht1rpt1sxo1_500_large
« Os dois seguem a vida normalmente. Fazem suas coisas, se divertem, dão risadas com os amigos, saem com outras pessoas e de vez em quando ficam com elas. Mas no final do dia, quando deitam na cama, sempre estão pensando um no outro. Ela se pergunta com quem ele está e se ainda lembra dela. Ele tenta adivinhar no que ela pensa e se nesses pensamentos ele está inclúido. Não respondem à perguntas "o que é que aconteceu com vocês dois?" e apenas balançam a cabeça para a afirmação "vocês eram perfeitos juntos". Parece que esqueceram, mas uma parte deles, mesmo que sem querer, ainda acredita no velho "nós". » 

domingo, 22 de abril de 2012


Tumblr_m2vkzcwany1rs0d62o1_500_largeA vida não é feita de um mar de rosas, mas sim de sentimentos que nos ensinam a viver com força. É como a matéria que possamos estar a dar e não perceber, porque a nos estão a ensinar. Nós, humanos, também não compreendemos porque erramos, porque sofremos ou porque nos magoamos de uma forma obscura, negra e extremamente violenta, ou simplesmente porque aquela pequena coisa que perdemos era bastante importante na nossa vida. Por vezes existe humilhação/raiva porque alguém querido nos deixou, abandonou ou nos utilizou. O amor é um dos sentimentos que ninguém consegue entender, só marca dor e angústia, mas também sabe recordar momentos únicos e perfeitos ao lado de alguém que amamos. Para mim o amor é uma página dum livro que se repete várias vezes na história até chegar ao final que por vezes, não é assim tão feliz como nos contos de fadas. As histórias de encantar são fantasia, em magia transformada em imaginação, pois a realidade não é bem assim. Pensamos que aquela pessoa é a que nos vai fazer feliz mas quando nos apercebemos das coisas é tarde de mais e acabamos por deitar uma lágrima pela pessoa errada. Enfim, por vezes não percebo o sentido de amar porque o que perdemos volta para nós e deixa-nos de novo, a segunda oportunidade deve ser merecida mas quando nos apercebemos que é falsa voltamos a cair no erro da dor (…) pois aqueles que amamos são os que nos mais magoam, a força é a nossa maior qualidade lutem por aquilo que querem!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

6006315833_cbacc841c6_z_large
Hoje fazíamos 9 meses e agora? E agora como é que eu vou viver ao saber do que andas ao fazer? Ao saber que eras daqueles miúdos excelentes cheios de juízo que toda a gente elogiava, por eu te ter mudado, e quando acabamos estragas tudo, estragas a tua vida desta maneira? Não tens noção de que te faz mal? De que te vai prejudicar, não agora mas um dia mais tarde? Não pensas que magoas quem gosta realmente de ti? E não quem faz ser teu amigo mas não passa de um má influência. De que adianta dar-te bons conselhos e estar do teu lado, se só te leva para merda? Acorda enquanto é tempo, enquanto ainda tens quem gosta de ti, enquanto alguém ainda se preocupa contigo isto não é para sempre sim, João? Ninguém vai aguentar andar/esperar por ti disso te garanto, és a maior desilusão mas ainda tens o teu lugar aqui, não sei como, nem porquê mas tens e sempre terás, mas muda não por mim mas por quem ainda amas. Por quem tu quiseres mas muda, não penses que é assim que te vais vingar de mim, assim só te prejudicas a ti a tua alma ao teu corpo, agora não das valor a nada mas um dia mais tarde vais dar e já vai ser tarde. Errar é o humano, eu errei mas tu também errastes (…) mas sempre me julgastes só vistes o teu lado, e nunca pensastes no que estou a sentir por não te ter aqui, não como namorado mas sim como melhor amigo ou ate mesmo só como amigo, não imaginas o quanto gosto de ti miúdo, não imaginas o quanto me preocupo por te andares a estragar, não imaginas a falta que me fazes, não imaginas a importância que hoje ainda tens e que sempre terás! És o meu passado, és o meu presente e serás o meu futuro! Amor? Não, já é mais que isso. Venha quem vier serás sempre o ESSENCIAL, o PERFEITO, O ÚNICO, o MEU VERDADEIRO. Juro que fazes falta, juro que ainda hoje sou capaz de dar a vida por ti, fostes o meu grande orgulho, a minha grande paixão o meu grande amor! Ninguém consegue ser como tu eras. Amo-te e quero-te de volta, HOMEM DA MINHA VIDA


domingo, 15 de abril de 2012

Os caminhos ao teu lado tornam-se complexos e longos de mais para avançar sem certezas e apenas com possibilidades. Não vivo de anos de espera e muito menos de conversa fiada, já não vivo. Claro que não consigo simplesmente fingir que já não és nada, passar por ti na tua e só acenar, claro que não consigo mas tenho que avançar. O teu sorriso aos meus olhos ainda é o melhor e ainda continua a ser dele, que eu preciso. Eu consigo ser mais forte do que tenho sido nos últimos tempos, mais tarde ou mais cedo vou conseguir ultrapassar. Começo a pensar assim, sabes? Consegues surpreender em cada palavra que dizes, consegues até desiludir-me! Um dia, sei que te vais aperceber que a mesma que sempre ficou para trás à espera que mudasses, foi a mesma que agora, desapareceu. Até porque, o amor é cego (...) Mas eu não sou! Ainda não entendi pelo que esperas, só sei que te vejo de braços cruzados à espera que alguém o faça por ti. Tens oportunidades a escapar-te pelas mãos pelo simples facto que não andas, que não acabas com farsas e que cada vez mais. Mas não adianta! Obrigada sim João, por tudo. Pelo que já chorei a rir contigo, pelo que já passei contigo, pelos bons e maus momentos, por tudo o que me dizes, ou dizias. Eu conheço-te bem e sei que um dia vais querer voltar, até que seja pela amizade que tínhamos. Até já.


sexta-feira, 13 de abril de 2012

Já passou algum tempo desde que te escrevi a última carta, desde que peguei pela última vez nas folhas e na caneta. Hoje decidi escrever-te, talvez porque sinto necessidade de desabafar ou simplesmente porque tenho sentido a tua falta (...) A minha vida perdeu-se quando te perdi, não queria acreditar que era a última vez que te via, que te sentia, que sabia que te tinha só para mim. Eras o meu sorriso, o meu planeta, aquele rapaz que eu costumava chamar de "homem da minha vida". E não chamava por chamar, sabes bem o significado que tinhas/tens, o impacto que tiveste na minha vida. Deixaste-me aqui, sem caminho, navegando sozinha, sem rumo, sem uma única pista. Acreditas que há noite é o teu nome que chamo? Acreditas que tu eras o único motivo de eu ter um dia perfeito, só por te ter do meu lado? Acreditas que eu acordava bem-disposta só pelo facto de saber que te tinha á minha espera? Mas agora choro sozinha sem conseguir falar, mas o que eu queria era correr para poder sentir o mar, olhar para o céu e ver de novo a minha estrela guia, aquela estrela que conseguia pôr-me sempre um sorriso na cara quando tudo estava tudo mal, aquela estrela que só com um simples abraço me fazia sentir a pessoa mais segura do mundo, aquela estrela que eu sabia que estava sempre do meu lado, essa estrela és tu. Olha para mim, dá-me um sinal (...) Para poder saber se estás bem ou mal. Agarra-me com força, sente a minha dor para que possa sentir que ainda tenho valor, segue um caminho diferente comigo, eu prometo-te que irei estar sempre lá, que nunca te irei deixar para trás. Eu preciso de ti, não percebes isso? Dá-me de novo aquela alegria, aquela felicidade que pairava no ar sempre que estávamos juntos. Quero-te aqui bem perto de mim, ao teu lado viverei até ao fim! Limpa as minhas lágrimas que estão escorrendo, mas não me ignores por favor, senta-me no teu colo que eu preciso de carinho, és o meu grande porto de abrigo. Uma lágrima escorre em cada letra, mas não te preocupes eu cuidarei de mim (...) Sorri para mim nunca sensação, que eu te direi o que vai no meu coração. Não me continues a desprezar, não me deixes aqui sozinha, quero ser eu a tua verdadeira rainha. Leva-me contigo na palma da tua mão, para que sinta que me tens no teu coração. Meu amor, dá-me um beijo novamente, toca em mim e sente que estou diferente. Quero-te dar um abraço apertado, para que possa sentir que estás do meu lado.
Estou te esperando.